Sincere love

índice

Are you sincere

When you say you love me?

I am asking because

I want to see love in action.

I don’t believe in words alone;

I believe in love in action;

Let me see not hear love;

That is sincere love;

You say you love me;

That’s okay;

But show me;

Haven’t you heard

That action speaks louder than words?

If your love is sincere,

Show it;

Don’t only say it.

 

via sincere love — Success Inspirers World

Publicado em Pensamentos X Poesias | Deixe um comentário

Carinho não se suplica

2

Nunca viva de migalhas…

Nunca espere mais do que as pessoas possam realmente lhe oferecer, a desilusão desorienta

Implorar e mendigar migalhas de afeto que não querem nos dar não é saudável, nem a curto e nem a longo prazo

É preciso entender que a reciprocidade deve ser natural, nunca forçada

Liberte-se… a perda será muito menos dolorosa do que a dor de apegar-se “ao que já mais foi e não é mais”

O caminho de volta em direção à liberdade emocional é constituído a partir das pedras que caem , ou seja, dos sentimentos e pessoas tóxicas das quais nos livramos

Permita-se ser feliz, nada mais importa!

 

Fonte: Trechos de O Segredo

 

images

 

Publicado em Pensamentos X Poesias | Deixe um comentário

Para relaxar: crônica de Fernando Sabino

Literatura em Conta-Gotas

O GATO SOU EU


– Aí então, eu sonhei que tinha acordado. Mas continuei dormindo.

– Continuou dormindo.

– Continuei dormindo e sonhando. Sonhei que estava acordado na cama, e ao lado, sentado na cadeira, tinha um gato me olhando.

– Que espécie de gato?

– Não sei. Um gato. Não entendo de gatos. Acho que era um gato preto. Só sei que me olhava com aqueles olhos parados de gato.

– A que você associa essa imagem?

– Não era uma imagem: era um gato.

– Estou dizendo a imagem do seu sonho: essa criação onírica simboliza uma profunda vivência interior. É uma projeção do seu subconsciente. A que você associa ela?

– Associo a um gato.

– Eu sei: aparentemente se trata de um gato. Mas na realidade o gato, no caso, é a representação de alguém. Alguém que lhe inspira um temor reverencial. Alguém que a seu…

Ver o post original 639 mais palavras

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Reinventar-se…

om

Uma das piores coisas que podemos sentir é a angustia por ter cometido erros

A palavra tem um poder enorme e é preciso saber dominar nossos sentimentos quando se transformam em palavras, pois as vezes viram armas diante se certas situações

Hoje busquei por mantras que me fizessem encontrar a paz interior e renovar energias positivas que ando perdendo

Por insegurança e capricho, que fique claro a certeza que tenho dos motivos que me levaram a cometer tais erros

Respiro, inspiro e busco dentro de mim a concentração necessária para amenizar tais medos

O capricho é infeliz! Não peço desculpas para ser perdoada e sim para me sentir melhor, por reconhecer os meus erros

Em certos momentos gostaria de dominar esses medos, de ter empatia verdadeira

Saber oferecer com dosagem e precisão! Enxergar de dentro para fora…

“DESCULPAS não são suficientes e sim a MUDANÇA de comportamento”

Me concentrar no que é necessário e me desvincular dos CAPRICHOS sempre inúteis

A insegurança nos faz sofrer por imaginação, por isso é necessário trabalhar diariamente o amor próprio, pois nesta vida você não conseguirá fazer ninguém te amar e respeitar se não for da vontade dela. E quando o amor próprio é praticado só a verdade prevalecerá.

Liberdade é o espaço que a felicidade precisa, como dizia Fernando  Sabino

“OM SHANTI OM” … “OM SHANTI OM”… “OM SHANTI OM”… “OM SHANTI OM”

Saber colocar na balança o BOM e MAL… a perfeição não existe! Equilíbrio é essencial

Um olhar para os acertos faz diminuir as angustias, não que sejam justificativas para a “não MUDANÇA”

Que se torne meta pois é necessário!

Do amor… já ouvi, li, vários autores, dos mais variados pontos de vistas, mas o que sempre me chamou mais a atenção é um dos quase impossíveis de se ter.., aquele que é paciente… que não é invejoso, é bondoso.

Ficamos tanto tempo imersos no próprio mundo, construindo muros altos para proteção, que esquecemos de construir portas de acesso à outros terrenos. Que é necessário plantar para colher, que é necessário cuidar para crescer.

Nos reconhecer acima de tudo, mas não nos aceitar por completo, pois sempre é preciso se reinventar.  Podemos encontrar caminhos diferentes e mais floridos!

Publicado em Pensamentos X Poesias | 2 Comentários

Livro: Juntando os Pedaços

juntando
Título: Juntando os Pedaços
Título original: Holding up the Universe
Autor(a): Jennifer Niven
Páginas: 392
Ano de edição: 2016

Sinopse

“Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.”

Prosopagnosia em grego: “prosopon” = “cara”, “agnosia” = “incapacidade de reconhecer (também conhecida como cegueira para feições) era, até muito recentemente, tratada como uma desordem rara da percepção da face, na qual a capacidade de reconhecer os rostos está danificada, embora a de reconhecer objetos pudesse estar relativamente intacta. As pesquisas recentes, porém, sugerem que 1 em cada 50 pessoas (2% da população) sofre da desordem em algum grau, e acredita-se que seja hereditária. Até recentemente a desordem estava associada somente a alguma lesão cerebral ou a doenças neurológicas que afetam áreas específicas do cérebro, embora os casos de prosopagnosia congênita ou desenvolvida estejam sendo relatados com frequência crescente.

Opinião:

Nunca tinha ouvido falar antes, fui pesquisar é claro e não consigo imaginar como seria não conseguir distinguir rostos, nem da própria família, isso deve ser extremamente sufocante. Fiquei treinando mentalmente para conseguir pronunciar a palavra prosopagnosia.

A fase da adolescência é na minha opinião, umas das mais difíceis, imaginem se o adolescente possui um problema que os amigos não sabem e não entendem  pelo que estão passando. A mente cheia de ideias, desafios, medos, alimentar dúvidas da reação das pessoas, é isso um pouco do que Jack passa.

E o destino cruzou sua história especial com outra, a fofa da Libby, sou fã desse nome, a história fica ainda mais linda com ela. Gostei de como a autora retrata Libby neste livro, vemos a sua mudança e torcemos por ela, como ela deixa de ser a adolescente insegura para alguém que é otimista e confiante sobre ela mesma.

Juro que li este livro com uma perspectiva negativa, o que para minha surpresa, foi encantadora, criativa e comovente.

Super recomendado e louca para ler por “Lugares Incríveis”!!!

    “Ninguém nunca mais vai me dizer que não consigo. Assim como ninguém devia dizer a você o que pode ou não pode fazer. Nem você mesmo.”

“Você acha que ninguém te entende e que você está sozinho e isso te deixa com raiva. ‘Porque eles não enxergam? Porque alguém não diz: Ei, você parece sobrecarregado. Eu seguro um pouco do peso para você não ter que cuidar de tudo o tempo todo’. Mas é você que tem que falar alguma coisa. Se você tem alguma coisa a dizer, diga!”

4 estrelas

AUTORA

jennifer

 Apesar de ter sido criada em Indiana, hoje vive com o noivo e três gatos em Los Angeles, seu lugar preferido para andanças. Seu sucesso recente é o livro Por Lugares Incríveis, publicado pela Companhia das Letras, que terá sua adaptação para o cinema a partir de março/2016 e será lançado em 2017.
Publicado em Livros Que Li | Deixe um comentário

INFOGRÁFICO: O salário não está dando conta de cobrir 100% de suas despesas? Não se desespere, confira 7 apps que irão te ajudar a conseguir uma grana extra

Muito boas dicas!!!

Gavetas da Alma

Estamos enfrentando tempos difíceis, principalmente por causa da crise, e é claro que um dinheirinho extra é mais do que bem-vindo, não é? Mas daí vem a parte boa, existem 7 aplicativos que podem te ajudar a ganhar uma grana extra e complementar sua renda.

Mensalmente temos nossas despesas fixas, e claro as variáveis…. E é aí que mora o problema, principalmente quando temos excelentes estreias no cinema, shows, várias exposições mega legais rolando por aí… Fora as saidinhas com os amigos, namorado (a), família, ainda tem as datas comemorativas e aniversários, que além dos roles vem junto os benditos presentes! A verdade é que, as vezes (na maioria delas), nem sobra dinheiro para fazer nada disso, porque só de parcelas o nosso salário está comprometido por meses.

Então foco no que interessa, é preciso se organizar, deixe suas dívidas em ordem e não gaste além do que tem. Nesses tempos é preciso juntar, é bem difícil mas…

Ver o post original 54 mais palavras

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Livro: Caixa de Pássaros

caixa

Título: Caixa de Pássaros 
Título Original: Bird Box
Autor: Josh Malerman
Páginas: 272
Ano de edição: 2015

Sinopse

Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.”

Opinião:

Um livro que nos prende do início ao fim, como a autor fala de Malorie tanto no presente como no passado, não o torna entediante, pelo contrário, sem perdemos o entendimento do que está acontecendo.

Cada personagem tem suas particularidades, e todos são importantes na trama, mas particularmente acho que o melhor amigo de Malorie, tinha feito muito mas que motivá-la  e mesmo quando soube que ele havia morrido, ainda torcia para que do nada reaparecesse para dali surgir um grande amor, haha… mas como a história não é minha, não foi isso o que aconteceu.

E também esperava um pouco mais do final, por isso as quatro estrelas, mas em resumo, valeu muito a pena pois não consegui parar de ler até chegar ao fim. Ficava super nervosa e tensa, agoniada mesmo. Cada vez que eles topavam com o inesperado, cada vez que os personagens precisavam sair da casa… Enfim, a todo e qualquer momento do livro. Eh a capa é linda néh! Super recomendo!!!

IMG_4119.JPG

Trechos do livro

“É um blecaute, pensa Malorie. O mundo, o exterior, está sendo desligado.
Ninguém tem respostas. Ninguém sabe o que está acontecendo. as pessoas estão vendo alguma coisa que as leva a machucar os outros. A machucar a si mesmas.
As pessoas estão morrendo.
Mas por quê?”

“Ele poderia ter entrado em qualquer momento. Poderia ter quebrado uma janela. Poderia tê-la atacado quando ela ia pegar água no poço. Por que esperaria? Sempre seguindo, sempre rondando, só que ainda não estava pronto para atacar.”

“Remar vendada é ainda mais difícil do que Malorie havia imaginado. Já aconteceu de muitas vezes o barco bater nas margens e ficar preso por vários minutos. Durante esse tempo, ela foi tomada por imagens de mãos invisíveis tirando as vendas dos olhos das crianças. Dedos emergindo da água, surgindo da lama das margens.”

4 estrelas

AUTOR

josh

Josh Malerman é cantor e compositor da banda de rock High Strung. Filho do meio, Malerman gosta de escrever ao som de trilhas sonoras de filmes de terror, como Grito de horror e Creepshow – Arrepio do medo. Ele mora em Ferndale, Michigan, com a noiva. Caixa de pássaros é seu romance de estreia.

Publicado em Livros Que Li | 2 Comentários

Dois corações

coracao

Dois corações…

Um desapegado e livre

O outro carregado de angustia

Um preocupado em somar, o outro em fazer diferente

E assim se encontram em meio a devaneios

Com certezas e incertezas

Um agradece a rosa e o chocolate

Outro agradece a companhia  e distração

Dois corações…

Com medos e anseios

Procurando reparações

Desafiando o futuro

Em busca de afinação

 

Publicado em Pensamentos X Poesias | 4 Comentários

Crônica: O Desafio de Fábio

Olhou pro lado e se viu sozinho, somente Ele e seus conflitos, tão extenuantes que sufocam as pessoas ao redor.

indice

Procurando explicação para tanto vazio, Fabio tenta se distrair com conversas banais e opiniões que não interferem em nada e nem ao menos amenizam a dor.

A perda.. as perdas… a falta… que falta!!! Nada cura e parece tão grande e tão longa a estrada. Anda e anda… corre e corre… e não chega ao fim. Fábio está só, com seus pensamentos negativos, com sua angustia triunfante.

Um minuto de distração para horas de preocupação com a vida que deixou para atrás, que na verdade não ficou. Um surto psicótico, um sussurro, um gemido, oh dor injusta! Ou mais que justa!

Na busca pela sua paz de espírito, reza para que o relógio o surpreenda, que num piscar de olhos, passe.

Familia… Ex familia? Filhos… Ex filhos? Esposa… Ex esposa? Tudo era seu, agora não mais!  Se sente traído, trocado, de lado. Confuso, perturbado! Não enxerga as pessoas ao redor, não quer enxergar.

Fábio não percebeu as cores do arco-iris naquela tarde de chuva, o mundo perdeu o sentido, só sua tristeza lhe basta. Não ouviu o cantar dos pássaros. Não viu o sorriso daquela criança. Não viu a flor que desabrochava naquele inicio de primavera. Não viu o carinho de sua mãe e pai com aquela comidinha caseira. Não ouviu os conselhos de seu amigo. Não conseguiu enxergar a mulher que o admirava e mais nada…

E foi assim que também a perdeu!

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

Maria é açucarada e

João diabético.

Um amor contra indicado,

mas quem é que lê a bula?

Junior Ferreira

boca

Citação | Publicado em por | Deixe um comentário